DESIGUALDADE SOCIAL

Nós precisamos enxergar.

Posted by barbaramor em outubro 22, 2009

que tristeza...

Bom, o que estava pensando hoje mesmo é em como tem gente que não enxerga a necessidade das pessoas, a tristeza, a pobreza, a exclusão social e ignora como se não fizesse parte do mundo em que vivemos. Como se fosse algo distante da gente, quando na verdade está ao nosso lado, nos cutucando, nos arregalando os olhos, gritando pra nós, gritando por ajuda, por qualquer coisa que seja. A real é que existem muitas pessoas que não querem, eu acho, ver tudo isso. Sei lá, só pode ser isso. Tem tanta gente que vive seu mundinho com seu grupinho social, e eu não acho que isso seja uma coisa ruim, eu acho que ter isso e ser isso é muito bom. Mas vamos combinar: não sempre, né? Nós PRECISAMOS enxergar. Tá certo, não é algo feliz e que vai nos deixar sorrindo e alegre. Não! Claro que não! Mas é necessário entender que nós não estamos sozinhos no nosso mundo maravilhoso, com nossa família, com comida na mesa todo santo dia, com nossos amigos e namorados queridos, com nossa faculdade, enfim o que for. Não é só isso que existe e nem só isso que deve nos cercar. Nós temos que ver as outras pessoas e entender o porquê de todo esse sofrimento e essa desigualdade. Graças a Deus e aos nossos pais que ralaram tanto pela gente, que não vivemos essa tristeza todos os dias. Nossa… Realmente precisamos enxergar. Não é algo que deveria ser opcional, deveria e deve ser obrigação de cada um pensar sobre essas questões. NÓS NÃO VIVEMOS ISOLADAMENTE. EXISTEM OUTRAS PESSOAS. ALGUMAS COM UMA VIDA MUITO PARECIDA COM A NOSSA, MAS OUTRAS, INFELIZMENTE, COM UMA VIDA COMPLETAMENTE DIFERENTE.  ESSA É A REALIDADE.

Posted in Mundo Nada | 1 Comment »

filme “Quanto vale ou é por quilo?”

Posted by barbaramor em abril 13, 2009

Bem, pela manhã deste dia 13 de abril, na aula de Responsabilidade Social nas Organizações, a professora exibiu um filme para nós vermos. O nome do filme é “Quanto vale ou é por quilo?” do diretor Sergio Bianchi e com um ótimo elenco. Após ter visto este filme, achei que pudésse ser interessante comentar sobre ele no meu blog.
Este filme faz uma analogia entre a antiga escravidão como comércio e a atual exploração da miséria pelo marketing social. Apresenta fatos reais sobre muitos episódios que aconteceram, mostrando-nos como hoje, mesmo que a escravidão não exista mais, a exploração de muitas empresas de voluntariado acabam sendo somente uma fachada, querendo passar uma imagem para todos, ao invés de estarem apenas se preocupando em ajudar mesmo quem necessita. As organizações não-governamentais acabam sendo vistas como grandes empresas que aproveitam da miséria para ganhar dinheiro e prestígio, cometendo preconceito e não se importando com o que realmente está acontecendo. Estas empresas querem apenas a ascensão social e mostrar para a população do jeito mais banal e “ensaiado” como eles agem dentro da empresa voluntária. Uma quetão de muita relevância apresentada no filme pelo ator Lázaro Ramos é a seguinte: “O que vale é ter liberdade para consumir, essa é a verdadeira funcionalidade da democracia”, que está no vídeo á seguir:

Agora, eu coloquei um vídeo que mostra uma pequena parte do filme, representando bem o que eu acabei de falar. Esta cena apresenta uma empresa de voluntariado que está fazendo tipo um comercial para mostrar para a população como é o seu trabalho e com quem eles trabalham. Para isso, a tal empresa mandou pegar muitas imagens de negros, para, de algum modo, chocar a população apresentando negros para esta finalidade

Eu recomendo este filme para todos aqueles que quisérem entender mais sobre este tema.

Posted in Filmes Recomendados | 2 Comments »

vídeo: “sobre o mundo (realidade)”

Posted by barbaramor em abril 7, 2009

Aí vai um vídeo muito interessante que achei na internet, com comparações e visões que talvez nunca tenhamos parado pra pensar:

Posted in Televisão Manipuladora | 2 Comments »

fome no mundo: algumas verdades

Posted by barbaramor em abril 7, 2009

Quanto você come por dia e o que você come durante o seu dia?
Aí vão algumas análises que eu pesquisei sobre a fome no mundo.

Mais de 800 milhões de pessoas sofrem com a fome no mundo. Cerca de 30 milhões de seres  em todo o mundo morrem de fome à cada dia. Um sexto da população do planeta está subnutrido e as maiores vítimas são as crianças. Por ano, a pobreza e a fome levam à morte seis milhões de crianças com menos de 5 anos de idade. As mortes são causadas pela fome ou por doenças provocadas ou agravadas por ela, como a diarréia, dificuldades respiratórias e efermidades contagiosas. Ela é resultado da pobreza, embora a culpa também caia sobre as secas, as enchentes, os conflitos armados e as faltas de vontade política. Segundo as Nações Unidas, no planeta é produzido o suficiente para alimentar duas vezes a população existente, mas mesmo assim a comunidade internacional não vai conseguir reduzir pela metade o número de pessoas que são vítimas da fome. Pesquisas provam que em 2020, uma a cada quatro crianças será subnutrida. A cada 3,5 segundos, no mundo, um ser humano morre de fome. Você tem noção o que é isso?

Sinceramente, me dá vontade de chorar enquanto pesquiso estes fatos. Tenho medo, muitas vezes, de visitar estes países desnutridos. O tal chamado “mundo nada”. Tenho medo não pelas pessoas (é claro que não), mas pelo que vou ver. Sinto-me triste em saber que estou com meu estômago lotado de comida, enquanto milhões de pessoas no mundo todo estão completamente sem ter o que comer, levando, assim, à morte.

Meu Deus, como nós podemos reclamar tanto de pequenas coisas. E daí que vamos comer um pacote de bolacha na janta uma vez? E daí que não tem comida na panela no almoço? Nós temos que parar pra pensar. E se não temos a menor idéia do que acontece no mundo, é bom começarmos a lermos nos jornais, na internet, vendo imagens e vídeos que demonstrem a vida contrária que nós levamos. Enquanto várias pessoas se preocupam com suas vaidades e riquezas, o mundo se abala com a fome por causa do egoísmo de muitos. Isto não está certo… nenhum pouco…nigerchild

Posted in Fome | 1 Comment »

o mundo “nada”

Posted by barbaramor em abril 3, 2009

Bem, para dar início ao meu blog, vou começar com algumas palavras minhas mesmo. Acho que por ser meu blog não preciso perquisar tanto sobre o meu assunto, preciso mais expor o meu pensamento e meu próprio modo de enxergar as coisas.

Já faz um tempo que venho tendo diversas notícias de um diferente tipo de vida, praticamente como se fosse em outro mundo. E eu não to falando do planeta Marte, ou de coisas do espaço magnífico. Eu estou falando sobre a realidade. Nada mais nada menos que apenas a realidade. Com isso, venho sempre me sentindo muito triste de parecer tão inútil para ajudar este “outro” mundo. O mundo o qual me refiro é o mundo chamado “Nada”. O mundo “Nada” é um mundo injusto, triste e de muito sofrimento. O mundo “Nada” sofre a rejeição e o preconceito. Este é um mundo onde o que importa não é quantos pares de tênis você, o  que importa é quantos grãos de comida você vai conseguir achar para comer. O que impota não é onde você vai no fim de semana, mas sim como será ele? Este mundo é composto por pessoas que todos os dias lutam pela sobrevivência e pela dignidade. Esta população implora pela nossa ajuda. Estas são pessoas que podem não ter nada para comer, para vestir e nem mesmo onde dormir. Mas eles tem uma coisa muito importante: ESPERANÇA.

esperança

 

Posted in Mundo Nada | Leave a Comment »

A realidade que a sociedade ignora

Posted by barbaramor em março 31, 2009

diferenças
Nome da foto: Paraisópolis
Fotógrafo: Tuca Vieira
– Faz parte do livro “As Cidades do Brasil”: São Paulo.

Sinceramente, demorei muito tempo para conseguir achar um tema que me agradace. Pensei em muitos assuntos até que, finalmente, decidi. Não sei ainda se é o melhor tema que eu poderia falar, mas é um tema que considero ser muito bom e que exige nossa visão social e crítica.

O objetivo do meu blog é falar sobre o tema da desigualdade social, em relação à pobreza e à riqueza, relacionando-as, sempre que possível.

Portanto, no meu blog, eu pretendo falar abertamente sobre o que penso da desigualdade social. Falar de uma camada da sociedade onde o que importa são as roupas, os bens materiais e a mídia. Mostrar também, em contrapartida, outra camada da sociedade que não possui nada. Vou colocar no meu blog o máximo de informações, fotos, pesquisas, vídeos, exemplos, poesias e músicas que encontrar e tentar, ao máximo, retratar algo o qual me indigno muito.

Espero que gostem e comentem! Beijo para todos!!!

Bárbara M. Pacheco

Posted in Uncategorized | 10 Comments »